O chute da Copa: Colégio Visconde de Porto Seguro promove palestra com o renomado neurocientista Miguel Nicolelis

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

O médico e coordenador do projeto Andar de Novo discutirá o potencial transformador de iniciativas que agregam pesquisa científica a uma missão social

 

No sábado, 8 de fevereiro, o Colégio Visconde de Porto Seguro, uma das instituições de ensino mais conceituadas do País, promoverá uma palestra com Miguel Nicolelis, considerado um dos neurocientistas mais importantes do mundo e coordenador do Projeto Andar de Novo que, por meio de um exoesqueleto, auxiliará uma pessoa paraplégica a se levantar de uma cadeira de rodas, caminhar por cerca de 25 metros e dar o chute inicial no jogo de abertura da Copa do Mundo FIFA 2014, em 12 de junho.

A palestra, que será direcionada para pais, alunos e professores, terá como tema “A Ciência como Agente de Transformação Social”. Nicolelis abordará como cientistas brasileiros, radicados no exterior, podem poderiam contribuir para o desenvolvimento econômico e sociocultural de seu país de origem. O palestrante explicará, também, como surgiu a ideia de criar o Instituto Internacional de Neurociências de Natal – Edmond e Lily Safra (IINN – ELS), um projeto privado, cuja principal desafio é promover pesquisa científica básica e aplicada, de nível mundial, numa região pobre e atrasada em termos de educação e tecnologia.

Nicolelis, um dos brasileiros mais cogitados a ganhar o prêmio Nobel em medicina, é Professor Titular de Neurobiologia e Co-Diretor do Centro de Neuroengenharia da Duke University – EUA, Consultor do Instituto do Cérebro da École Polytechnique Fédérale de Lausanne (EPFL) – Suíça e Coordenador do Instituto Internacional de Neurociências de Natal-Edmond e Lily Safra (IINN-ELS) – Brasil.

“A Ciência como Agente de Transformação Social”

Palestrante: Miguel Nicolelis

Data: 8 de fevereiro de 2014

Horário: das 11h30 às 13h30

Local: Colégio Visconde de Porto Seguro – Unidade Panamby
Endereço: Rua Itapaiúna, 1355 –  Panamby