Dassault Systèmes anuncia metodologia para reforçar transformação digital da indústria de mineração

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Empresa integra tecnologias de simulação digital, engenharia e governança de dados para simplificar o processo de planejamento e gestão de plantas de mineração

A Dassault Systèmes, empresa 3DEXPERIENCE, anuncia sua metodologia de Planejamento Estratégico Robusto para plantas de mineração, a RSMP (Robust Strategic Mine Planning, em inglês). Essa metodologia contribui e complementa o portfólio de soluções da Dassault Systèmes voltado ao desenvolvimento de toda a cadeia da indústria de mineração, oferecendo análise contínua de cenários, gestão virtual de ativos e ferramentas de gerenciamento de informações para otimizar os processos de planejamento, construção ou expansão, manutenção e operação de uma mina. Para isso, promove como diferencial a integração de diferentes tecnologias de simulação digital, engenharia de requisitos, governança de dados, processos e colaboração entre equipes por meio da plataforma 3DEXPERIENCE.

“Hoje, toda a cadeia de mineração está se vendo diante de uma complexidade crescente. Além de planejar e gerenciar as plantas de maneira cada vez mais eficaz, ainda há questões como segurança, excelência operacional, sustentabilidade, uso de fontes de energia renovável para reduzir a emissão de CO2, redução de custos e a busca por novos materiais para extração. Isso, sem dúvidas, coloca a indústria sob uma grande pressão”, diz Juliano Lima, Senior Client Executive da Dassault Systèmes para Mineração e Metais.

De acordo com o executivo, para simplificar as tomadas de decisão dessas organizações, a metodologia RSMP integra simulação digital e avaliação inteligente de milhares de parâmetros simultaneamente. “Nossos clientes já experimentam ganhos em NPV (Net Present Value) de até 30% com a adoção da metodologia”, afirma Lima.

Baseada no método de “Design Robusto” (também conhecido como “Método Taguchi”), que vem sendo aplicado com sucesso em muitos outros setores, a estrutura RSMP tem como objetivo agregar qualidade ao design dos processos de produção e gestão de minas, reduzindo o efeito da variabilidade nos resultados gerais da produção.

Para tanto, a metodologia da Dassault Systèmes utiliza a inovação e o potencial analítico de tecnologias de simulação virtual e de controle real das operações para avaliar a volatilidade de fatores externos sujeitos a diferentes configurações de design. A plataforma 3DEXPERIENCE, integrada a todo o portfólio da Dassault Systèmes para mineração, incluindo GEOVIA, consegue avaliar milhares de variáveis econômicas, geológicas e geomecânicas de forma recorrente, destacando em tempo real quais são as melhores opções para a construção, expansão ou otimização de plantas de mineração.

Outro ponto importante é que a RSMP, em conjunto com demais soluções da 3DEXPERIENCE, permite a avaliação preditiva, com projeções de cenários para o futuro e de gestão de todos os ativos relacionados à produção. “Além disso, as empresas de mineração estão começando a perceber as vantagens do uso de soluções de PLM (Product Lifecycle Management) para suas operações, porém alternando o foco dos produtos para os ativos de seus negócios, em um conceito conhecido como ALM (Asset Lifecycle Management). A utilização dos modelos de simulação e análise virtual representa um caminho para a gestão de todo o ciclo de vida dos ativos da planta, com avaliação de riscos, melhores cenários e utilização de recursos ligados à rotina operacional”, diz Lima.

O executivo agrega, ainda, que a plataforma da Dassault Systèmes traz mais segurança e integridade às avaliações internas, estimulando a colaboração, integração e maior sinergia entre todas as companhias que fazem parte do ecossistema das empresas de mineração. “O foco é criar uma base de acompanhamento e de desenvolvimento que seja útil para todo o ciclo de vida dos ativos de mineração. Dessa forma, queremos nos posicionar como um fornecedor estratégico capaz de ajudar as mineradoras e todo o setor a extrair o máximo de suas operações, agregando mais confiabilidade, sustentabilidade e governança em suas instalações”.