Associados aprovam o novo Estatuto do IBGC

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Com o objetivo de trazer mais flexibilidade e transparência aos associados, o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa – IBGC anuncia seu novo Estatuto. Dentre as alterações aprovadas pelos associados está a ampliação para dois anos dos mandatos dos conselheiros e coordenadores de capítulos. Outra novidade é em relação às assembleias para mudança de estatuto que permitirá quórum relativo na segunda convocação, realizada em intervalo mínimo de 20 dias da primeira, e a retirada da restrição do número de associados que podem ser representados por um mesmo procurador.

Idealizado nos dois primeiros anos do IBGC, quando o Instituto reunia pouco mais de cem pessoas, o Estatuto é um instrumento para guiar e especificar os direitos, deveres e responsabilidades dos associados e administradores da organização. O documento passou por outras duas atualizações: uma aprovada em outubro de 2001 e outra, em dezembro de 2003.

“As mudanças propostas e aprovadas irão beneficiar ainda mais a participação dos associados e darão mais praticidade ao processo”, explicou o presidente do Conselho de Administração do IBGC, Mauro Rodrigues da Cunha, que ressaltou a importância da participação dos associados nos projetos de melhorias ao Instituto.

De acordo com o presidente do Conselho do IBGC, ao vivenciar novos desafios e realidades, tornou-se evidente que o Estatuto precisava de nova revisão. O processo teve início no primeiro trimestre de 2006 e, com grandes esforços na sua elaboração e na obtenção de quórum para a aprovação, a mudança se concretizou no final de 2009.