srpthumb-p23008-190x87-no copy

Suzano Papel e Celulose inicia produção de tissue no Maranhão

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Papéis sanitários são utilizados na confecção de papel higiênico, papel toalha, lenços de papel e guardanapos, entre outros itens

A Suzano Papel e Celulose inicia a produção de bobinas usadas na confecção de papéis sanitários (tissue) na Unidade Imperatriz, a primeira fábrica desse tipo no estado do Maranhão. A unidade terá capacidade para produzir até 60 mil toneladas de papéis por ano.

O início da produção é mais uma etapa do ciclo de investimentos realizados pela Suzano Papel e Celulose na construção de duas fábricas de papéis sanitários, usados na confecção de papel higiênico, papel toalha, lenços de papel e guardanapos, entre outros itens. A linha da Unidade Mucuri (BA) foi inaugurada em setembro passado, com a mesma capacidade de produção da fábrica maranhense. O investimento estimado na instalação das duas unidades é de R$ 540 milhões.

Em um primeiro momento, a Unidade Imperatriz produzirá apenas os chamados “jumbo rolls” (bobinas gigantes de papel). No início de 2018, parte dessa produção será destinada à fabricação de produtos com marca própria da Suzano para o consumidor final, principalmente nas regiões Nordeste e Norte.

“O consumo per capita nas duas regiões ainda é inferior à média brasileira e acreditamos que a retomada da economia impulsionará ainda mais o consumo local dos papéis sanitários”, afirma Walter Schalka, presidente da Suzano Papel e Celulose.

Sobre a Suzano Papel e Celulose

A Suzano Papel e Celulose é a segunda maior produtora de celulose de eucalipto do mundo e a maior fabricante de papéis de imprimir e escrever da América Latina. Como subsidiária da Suzano Holding e parte do Grupo Suzano, reúne mais de 90 anos de tradição com o que há de mais moderno de tecnologia para a indústria de papel e celulose. Possui cinco unidades industriais no Brasil, escritórios internacionais em seis países e estrutura de distribuição global preparada para abastecer mais de 60 países. Produz, além de Celulose, Papéis de imprimir e escrever revestido e não revestido e de Embalagens, Tissue (papéis para fins sanitários), celulose Fluff (fraldas e absorventes higiênicos), e Lignina (subproduto da fabricação de celulose que pode substituir derivados de petróleo em aplicações de alto valor). Trabalha no desenvolvimento genético de culturas florestais e atua no setor de biotecnologia por meio de sua subsidiária FuturaGene. A empresa possui capital aberto e aderiu ao Novo Mercado, reforçando seu compromisso com o avanço contínuo das práticas de governança corporativa. Para mais informações, acesse www.suzano.com.br.