srpthumb-p23008-190x87-no copy

Suzano Papel e Celulose beneficia produtores de maracujá na Bahia

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Iniciativa já alcançou a produção de 660 toneladas da fruta em 2018

 

A Suzano Papel e Celulose anuncia resultados da 2ª safra da produção de maracujá realizada por meio do Projeto Agricultura Comunitária. A iniciativa tem atingido resultados consistentes, promovendo melhoria na qualidade de vida de produtores de maracujá e familiares, gerando renda e novas oportunidades de trabalho nos munícipios de Nova Viçosa e Alcobaça, na Bahia. A safra finalizada agora já rendeu a produção de mais de 660 toneladas da fruta e gerou uma renda de aproximadamente R$ 1.282 mi aos participantes.

O projeto conta com a participação de 70 produtores das comunidades de Bela Vista e São José, localizadas nos munícipios de Nova Viçosa e Alcobaça, regiões beneficiadas pela iniciativa desde o ano passado.  Os participantes recebem, como apoio da Suzano, a madeira para estacas do maracujazeiro e os insumos necessários para o plantio. Além disso, são oferecidos treinamentos e consultoria técnica sobre o cultivo da fruta.

O projeto tem crescido exponencialmente na região. Na última safra, o total produzido pelas duas comunidades alcançou aproximadamente 413 toneladas, o que representa uma alta de 60% na safra do ano. “Nosso objetivo é fomentar o desenvolvimento das regiões em que estamos presentes e contribuir com o aumento de escala para iniciativas como essa, incentivando beneficiários a cultivarem produtos que sejam rentáveis e com abrangência de mercado”, afirma Mariana Andreatta, Coordenadora Socioambiental da Suzano Papel e Celulose.

 O projeto incentiva o desenvolvimento social e fomenta a economia local, já que há uma movimentação na economia da região por meio da geração de empregos e oportunidades de negócio. Os produtores contam com o apoio direto de representantes da Suzano no acompanhamento das produções.

Sobre a Suzano Papel e Celulose

A Suzano Papel e Celulose é a segunda maior produtora de celulose de eucalipto do mundo e a maior fabricante de papéis de imprimir e escrever da América Latina. Como subsidiária da Suzano Holding e parte do Grupo Suzano, reúne mais de 90 anos de tradição com o que há de mais moderno de tecnologia para a indústria de papel e celulose. Possui sete unidades industriais no Brasil, escritórios internacionais em seis países e estrutura de distribuição global preparada para abastecer mais de 60 países. Produz, além de Celulose, Papéis de imprimir e escrever revestido e não revestido e de Embalagens, Tissue (papéis para fins sanitários) e celulose Fluff (usada na produção de fraldas e absorventes higiênicos), e está investindo na produção de Lignina e derivados, criando uma plataforma de química verde para a substituição de matéria-prima de origem fóssil, entre outras aplicações. Trabalha no desenvolvimento genético de culturas florestais e atua no setor de biotecnologia por meio de sua subsidiária FuturaGene. A empresa possui capital aberto e integra o Novo Mercado, o que reforça seu compromisso com o avanço contínuo das práticas de governança corporativa.  Para mais informações, acesse www.suzano.com.br.