colegio-porto-seguro

Projeto promove a formação de 120 professores brasileiros com metodologia alemã de ensino

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Realizado em parceria com a Casa do Pequeno Cientista, o programa é oferecido pelo Colégio Visconde de Porto Seguro, única instituição de ensino da América Latina com o certificado da “Haus der kleinen Forscher” para oferecer experiências científicas para crianças

 

Reconhecido como um dos melhores do mundo, o ensino na Alemanha é marcado por um rigoroso padrão de qualidade. Entre as ações em destaque, por exemplo, o país germânico investe na formação contínua dos educadores, com treinamentos e certificações constantes. Tudo para transformar estudantes em profissionais capacitados e cidadãos conscientes. Engana-se, porém, quem pensa que a metodologia criada na Europa está disponível apenas em território alemão. Anualmente, mais de 120 professores dos três Câmpus e currículos do Colégio Visconde de Porto Seguro passam por uma formação especial e de atualização da metodologia.

Desenvolvida em parceria com a Casa do Pequeno Cientista, a iniciativa conta com o apoio de diversas universidades alemãs e do Ministério de Educação e Desenvolvimento da Alemanha. Este será o 6º ano consecutivo do programa, que, em 2020, será baseado na metodologia “Mint ist überall”, que trabalha a inclusão de práticas STEM (Science, Technology, Engineering e Mathematics) ao currículo do ensino Infantil e Fundamental I.

A formação dos professores pelo método alemão tem como objetivo apoiar os docentes e outros profissionais pedagógicos na tarefa de ensinar crianças a explorarem o mundo ao redor, com técnicas e recursos que permitem aprimorar a aprendizagem e a retenção de conhecimentos. Vale salientar que o Colégio Visconde de Porto Seguro mantém contato constante com educadores de escolas certificadas em todo o mundo, promovendo troca de experiências em nível mundial, além de preparar professores de diversas disciplinas a abordarem diariamente as áreas de ciências naturais, matemática e engenharia.

Para isso, todos os anos, a Coordenadora Institucional do Currículo Bilíngue do Portinho ao Fundamental I do Colégio, Carla Siqueira, participa de formação na Alemanha para coletar o conteúdo que será aplicado aos professores do Porto. “Todas as orientações que recebemos são baseadas no ensino e formação da Alemanha. A mesma metodologia que é aplicada nas escolas alemãs é aplicada em nosso dia a dia. Trazemos todo esse conteúdo e passamos adiante para o ensino do Porto. Além disso, também temos acesso a descobertas atuais da psicologia do desenvolvimento, a pesquisa do aprendizado e da pedagogia infantil que influencia positivamente o desenvolvimento das crianças”, explica Carla. “Nesse ano a formação foi com base no MINT – sigla alemã para Mathematik, Informatik, Naturwissenschaften und Technik -, o ensino de matemática, informática, ciências da natureza e tecnologia de forma conjunta”.

Os conceitos e preparos dessa formação serão aplicados nas aulas do ensino Infantil e Fundamental I, abrangendo crianças de 3 a 6 anos – idade em que os jovens alunos têm o maior desenvolvimento de capacidades cognitivas e muita vontade de aprender. A curiosidade intrínseca das crianças funciona como um excelente caminho para ensinar conceitos científicos, provocando questionamentos, levantamento de informações e formulação de resoluções. Para isso o trabalho da experimentação com as crianças segue o ciclo de pesquisa científica: fazer uma pergunta à natureza, levantar hipóteses, realizar a experiência, descrever, fazer o registro e confrontar o resultado com as hipóteses levantadas.

“Consequentemente, esse estudante estará muito mais preparado para aceitar o estudo teórico nos anos seguintes, se tornará um estudante interessado e atento em matérias como matemática, física e ciências, podendo até se tornar um qualificado profissional de engenharia no futuro”, explica Carla.

A cada 15 dias uma nova experiência que envolve temas como “água”, “ar”, “luzes, cores e visão”, “sons e ruídos”, “magnetismo” e “engenharia” é proposta aos estudantes. Durante o período, os alunos têm competências metodológicas de ensino, sociais e linguísticas estimuladas pelo pensamento científico. “Eles levantam questões da natureza, precisam trabalhar em grupo para chegar a melhores soluções e, no fim, desenvolver a capacidade para expor e descrever as suposições e observações que coletaram durante o processo”, explica Carla.

 

Sobre o Colégio Visconde de Porto Seguro

Fundado em 1878, o Colégio Visconde de Porto Seguro é uma conceituada instituição de ensino do Brasil, que prima pela inovação educacional e pelo desenvolvimento de múltiplos talentos e competências dos alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio. Comprometido com uma ampla e sólida formação pluricultural e plurilinguística, conquistou diversas certificações internacionais, como o selo de “Exzellente Deutsche Auslandsschule”, do governo alemão, que qualifica o Porto como uma escola de excelência no exterior; a da Fundação Alemã Casa do Pequeno Cientista; a da Apple Distinguished School; a da Microsoft Education; e a do Programa das Escolas Associadas da UNESCO. Com infraestrutura direcionada ao desenvolvimento integral do aluno, prepara jovens para as principais universidades do Brasil e do mundo. Oferece ensino e exames de proficiência em alemão, inglês e espanhol, além do Abitur (certificação oficial para admissão em universidades europeias). Dispõe de mais de 60 cursos extracurriculares em parceria com Insper, ESPM, FGV e Belas Artes. A comunidade escolar é composta de 9 mil alunos e 1.700 colaboradores, em quatro Câmpus: Morumbi, Panamby, Valinhos e Vila Andrade.

Além disso, somando a educação de qualidade desenvolvida no Colégio e o viés social, a Instituição conta com a Escola da Comunidade, cuja mantenedora é a Fundação Visconde de Porto Seguro.

Fundado em 1966, esse projeto social tem atravessado as décadas modificando futuros e concedendo novas oportunidades profissionais e trajetórias de vida a jovens e adultos. Após mais de 50 anos de existência, o projeto é um dos mais sólidos do país e disponibiliza, aproximadamente, 1.600 bolsas de estudos para Educação Básica (Infantil ao Ensino Médio), Educação de Jovens e Adultos (EJA) e cursos profissionalizantes em dois Câmpus, disponíveis para moradores das comunidades de Vila Andrade e Paraisópolis, em São Paulo.

Para saber mais informações e novidades, basta acessar a página do Colégio Visconde de Porto Seguro no Facebook ou o site www.portoseguro.org.br