Capítulo Pernambuco do IBGC escolhe seu primeiro comitê coordenador

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Votação ocorre após evento da regional, criada no final de 2013

Em Assembleia Geral Extraordinária realizada nesta quarta-feira (16), o Capítulo Pernambuco do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) definiu os nomes dos associados que irão comandar a regional nos próximos dois anos.

Os associados elegeram Antônio Jorge Araújo, Bruno Suassuna C. Monteiro, Mariana Sultanum e Ricardo da Silva Belo. O coordenador-geral será Antônio J. Araújo, escolhido entre os pares logo após a AGE.

A eleição contou com a presença de 68,2% dos associados da regional pernambucana, que puderam votar presencialmente e pela Internet. A criação do Capítulo Pernambuco foi anunciada no final de 2013, juntamente com o lançamento de mais duas regionais, Ceará e Santa Catarina.

Confira o perfil dos coordenadores eleitos:

Antônio Jorge Araújo – Arquiteto e urbanista, Araújo é sócio-fundador da AJA Consultoria em Gestão, conselheiro consultivo da CDBB (Centro de Diagnóstico Boris Berestein), assessor do Conselho de Sócios da Procenge – Tecnologia para Decisão e membro do Núcleo Local de Governança Corporativa de Pernambuco, que deu origem ao Capítulo local.

Bruno Suassuna C. Monteiro – Advogado, é especialista em Direito Empresarial pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Sócio-diretor da Suassuna, Guedes & Costa e Silva Advogados.

Mariana Sultanum – Graduada em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e pós-graduada em Jornalismo Cultural pela PUC-SP e Direito Empresarial pela UFPE. Sócia da Queiroz Cavalcanti Advocacia, é membro do Conselho de Administração, do Conselho de Família e do Comitê de Governança da Acumuladores Moura S/A, além de presidente do Instituto Moura Social.

Ricardo da Silva Belo – Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Pernambuco, em Ciências Contábeis pela Universidade Paulista (Unip) e MBA pela Business School São Paulo, é sócio da Ernst & Young.