Arquivos mensais: dezembro 2007

Star One C1 entra em operação e amplia cobertura da Embratel

Novo satélite disseminará Internet banda larga em áreas remotas

As operações via satélite da Embratel passam a ter maior cobertura a partir de hoje (20/12), quando o satélite Star One C1 entra em operação. Lançado em 14 de novembro da base de Kourou, na Guiana Francesa o Star One C1 é o primeiro satélite da nova geração, denominada série C. Foram investidos R$ 1 bilhão na nova geração, composta pelo Star One C1 e pelo Star One C2, a ser lançado em fevereiro de 2008.

O Star One C1 substitui o Brasilsat B2, que está operando há cerca de 15 anos. Com maior potência, vai garantir a continuidade e a qualidade dos serviços de tevê, telefonia, rádio, transmissão de dados internet no País. Além disso o novo satélite permitirá a ampliação de serviços para a sociedade e empresas, como a disseminação da oferta de Internet banda larga, principalmente em localidades remotas onde não existe infra-estrutura terrestre.

A cobertura do Star One C1 abrange não só o território do Brasil, como também os demais países das Américas do Sul e Central, além da Flórida, no sul dos Estados Unidos. O Star One C1 possui 28 transponders (receptores e transmissores de sinais) em Banda C, 16 Banda Ku e um Banda X.

O presidente da Embratel, Carlos Henrique Moreira, ressalta que, além da importância econômica, os satélites da Embratel contribuem para a integração nacional, possibilitam a difusão de programas educativos e culturais e garantem as comunicações das Forças Armadas. Cerca de 16 milhões de residências brasileiras captam, gratuitamente, sinais de tevê diretamente dos satélites da companhia.
Controle dos satélites

O controle e a operação do Star One C1 são feitos pelos especialistas em satélites da Embratel, a partir da Estação de Guaratiba, no Rio de Janeiro.A Estação de Guaratiba funciona 24 horas por dia e é o único grande teleporto de satélites do país.

A nova geração de satélites da Embratel tem a participação recorde de brasileiros em suas diversas etapas, desde o projeto e desenvolvimento de sistemas até seu posicionamento orbital. Ao todo, 78 profissionais da empresa estão envolvidos, sendo cinco astrônomos, 56 engenheiros, três analistas de sistemas e 14 técnicos em telecomunicação e eletrônica.

O         Star One C1 foi fabricado pela Alcatel Space, na França, baseado na plataforma SB 3000 – B3. Tem massa total 4100 kg e vida útil de 15 anos. O satélite ficará na posição 65º,0 W, a 36 mil quilômetros da superfície Terra.

 

 

Sobre a Star One

          A Star One é a maior operadora de satélites na América Latina. É uma empresa brasileira com 100% de participação acionária da Embratel. Opera com cinco satélites GEO (Star One C1, C2 e C12, Brasilsat B3 e B4), além de 1 de satélite em órbita inclinada (Brasilsat B2),  a partir de seu teleporto, localizado em Guaratiba (RJ). Em 2012, a empresa lancará o satélite Star One C3 que em conjunto com o C1, C2 e C12, já em operação, constituem a terceira e mais nova geração de satélites da empresa. A capacidade destes satélites suporta toda uma gama de soluções para clientes dos segmentos de telefonia, TV, dados e redes corporativas. Mais informações: www.starone.com.br

 

Sobre a Embratel

          A Embratel é a mais completa operadora de telecomunicações brasileira. Oferece soluções de telecomunicações para todo o mercado nacional, incluindo serviços de telefonia local, longa distância nacional e internacional, transmissão de dados, vídeo, Internet e TV por assinatura, além de assegurar o atendimento em qualquer ponto do território brasileiro através de soluções via satélite. A Embratel faz parte da história dos brasileiros há 45 anos e, desde então, tem desempenhado um papel fundamental na modernização do Brasil.

 

Assessoria de Comunicação e de Imprensa Embratel

PLANIN – www.planin.com – tel. (11) 2138-8900

Email: embratel@planin.com